Dólar Hoje Euro Hoje
quarta-feira, 24 julho, 2024
Início » Papa Francisco anuncia revolução litúrgica: ‘Sem reforma, a Igreja está doente’

Papa Francisco anuncia revolução litúrgica: ‘Sem reforma, a Igreja está doente’

Por Marina B.


O Papa Francisco, em sua audiência com os participantes da Assembleia Plenária do Dicastério para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, enfatizou a importância da reforma litúrgica para o renascimento espiritual da Igreja. Ele ressaltou que a liturgia deve ser um catalisador para o crescimento espiritual dos fiéis em sua vida cotidiana.

Referindo-se aos 60 anos da Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium, o Papa destacou que esse documento foi elaborado durante o Concílio Vaticano II para adaptar as práticas litúrgicas às necessidades contemporâneas, visando à unidade dos crentes em Cristo e à atração de todos para a comunhão da Igreja.

Francisco alertou que uma Igreja que não busca o crescimento espiritual, que não se comunica de forma relevante com as pessoas de seu tempo, que não lamenta pela divisão entre os cristãos e não se sente compelida a proclamar Cristo ao mundo está enferma. Ele enfatizou que esses são sintomas de uma Igreja enferma e necessitada de reforma.

O Papa também enfatizou a importância da formação litúrgica, não apenas para especialistas, mas como uma disposição interior de todo o povo de Deus. Ele destacou a necessidade de os pastores guiarem o povo na celebração litúrgica, onde o anúncio de Cristo crucificado e ressuscitado se torna uma experiência viva e transformadora.

Francisco pediu que a formação litúrgica dos ministros ordenados seja aprimorada, para que cada um possa contribuir de maneira significativa. Ele salientou a importância de uma formação litúrgica-sapiencial, tanto nos estudos teológicos quanto na vida dos seminários.

O Papa destacou as celebrações dominicais e as festas litúrgicas como oportunidades fundamentais para a formação litúrgica do povo de Deus. Ele enfatizou que essas celebrações oferecem oportunidades para redescobrir e aprofundar o significado do mistério da salvação na vida contemporânea.

Por fim, Francisco reconheceu a grande responsabilidade do Dicastério para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos em trabalhar para que o povo de Deus cresça na consciência e na alegria de encontrar o Senhor na celebração dos santos mistérios, encontrando neles vida em abundância.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.