Dólar Hoje Euro Hoje
quinta-feira, 25 julho, 2024
Início » Rússia acusa exercício militar da Otan de voltar ao palco da Guerra Fria

Rússia acusa exercício militar da Otan de voltar ao palco da Guerra Fria

Por Alexandre G.

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Alexander Grushko, declarou à agência de notícias estatal RIA neste domingo (21) que o exercício militar denominado Steadfast Defender 2024, realizado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), representa um “retorno irrevogável” da aliança aos moldes da Guerra Fria.

No anúncio feito na última quinta-feira (18), a Otan revelou que estava conduzindo seu maior exercício desde a Guerra Fria, envolvendo aproximadamente 90 mil soldados.

Grushko afirmou à RIA: “Estes exercícios são outro elemento da guerra híbrida desencadeada pelo Ocidente contra a Rússia. Um exercício desta escala marca o regresso final e irrevogável da Otan aos esquemas da Guerra Fria, quando o processo de planeamento militar, os recursos e as infraestruturas estão sendo preparados para o confronto com a Rússia.”

Embora a Otan não tenha mencionado explicitamente a Rússia em seu anúncio, seu principal documento estratégico identifica o país como a ameaça mais significativa e direta à segurança dos membros da organização.

Desde a invasão em grande escala da Rússia à Ucrânia em fevereiro de 2022, Moscou e seu ministro dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, têm acusado frequentemente o “Ocidente coletivo” de conduzir uma “guerra híbrida” contra a Rússia, apoiando a Ucrânia por meio de ajuda financeira e militar.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.