Dólar Hoje Euro Hoje
quarta-feira, 24 julho, 2024
Início » Deputado Gayer acusa Ministro dos Direitos Humanos antissemitismo

Deputado Gayer acusa Ministro dos Direitos Humanos antissemitismo

Por Alexandre G.

Em um ato de repúdio contra o caráter antissemita do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), o deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO) moveu uma representação no Ministério Público Federal contra Silvio Almeida, acusando-o de crime de racismo.

A confirmação da ação foi feita pelo próprio deputado por meio de suas redes sociais nesta terça-feira (06).

“Acabo de apresentar uma representação ao MPF contra o Ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, por racismo, devido ao Conselho do Ministério ter emitido uma nota oficial contra os judeus do Brasil”, escreveu.

O incidente que desencadeou a ação do parlamentar foi a publicação de uma nota pelo CNDH. O Conselho emitiu uma nota de repúdio à Confederação Israelita do Brasil (CONIB) em apoio ao antissemitismo expresso pelo militante, disfarçado de jornalista, Breno Altman, que minimizou os atos terroristas do Hamas contra Israel e comparou o povo judeu a ratos.

O crime de injúria racial prevê pena de 2 a 5 anos de reclusão, além de multa, para aqueles que “injuriam alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, em razão de raça, cor, etnia ou procedência nacional”.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.