Dólar Hoje Euro Hoje
quarta-feira, 24 julho, 2024
Início » China ameaça corte comercial se Irã não controlar ataques Houthis no Mar Vermelho

China ameaça corte comercial se Irã não controlar ataques Houthis no Mar Vermelho

Por Marina B.

Autoridades chinesas pediram assistência aos colegas iranianos para conter os ataques a navios no Mar Vermelho pelos houthis, apoiados pelo Irã, alertando sobre possíveis danos nas relações comerciais sino-iranianas. Discussões sobre esses ataques e o comércio bilateral ocorreram em reuniões recentes em Pequim e Teerã, sem detalhes específicos divulgados pelas fontes iranianas. Embora a China seja o principal parceiro comercial do Irã, a relação é desigual, especialmente nas compras de petróleo iraniano, destacando a importância de moderar os houthis para evitar impactos nos negócios.

As autoridades chinesas expressaram preocupação com os ataques, enfatizando a decepção caso interesses chineses sejam prejudicados, mas sem ameaças diretas à relação comercial sino-iraniana. Washington instou a China a influenciar o Irã a conter os houthis, mas a China tem sido cautelosa em usar sua influência. Enquanto busca estabilidade no Mar Vermelho, a China enfrenta o desafio de equilibrar suas preocupações econômicas com outras considerações políticas e regionais.

O Irã, por sua vez, avalia suas decisões considerando alianças regionais e prioridades complexas. Embora dependente do investimento chinês, Teerã pondera sobre a necessidade de equilibrar suas alianças e prioridades regionais diante das pressões para conter os houthis. A complexa dinâmica geopolítica da região, incluindo o papel do Irã como líder do “Eixo de Resistência”, acrescenta uma camada adicional à sua tomada de decisões, enquanto Teerã busca evitar ser arrastado para uma guerra regional.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.