Dólar Hoje Euro Hoje
quarta-feira, 24 julho, 2024
Início » Caos nas prisões do Equador: Reféns são libertados em ação policial contra onda de violência narcotraficante

Caos nas prisões do Equador: Reféns são libertados em ação policial contra onda de violência narcotraficante

Por Alexandre G.

Todos os funcionários e agentes penitenciários que estavam sendo mantidos como reféns por detentos nas prisões do Equador, foram liberados durante a noite de sábado para domingo, conforme anunciado pelo Serviço Nacional de Atendimento Integral a Pessoas Privadas de Liberdade (SNAI).

“Os protocolos de segurança e o trabalho conjunto com a Polícia Nacional e as Forças Armadas foram concluídos com sucesso com a libertação de todos (…) que se encontravam detidos nos diferentes Centros de Privação de Liberdade (CPL) do país”, declarou o órgão em comunicado.

O presidente equatoriano, Daniel Noboa, que recentemente enfrentou uma ofensiva de grupos de narcotraficantes, confirmou a libertação do pessoal detido em prisões em sete províncias do país, desde a fronteira com a Colômbia (norte) até o Peru (sul). Em uma mensagem nas redes sociais, o presidente parabenizou as forças de segurança, assim como seus ministros de Governo e da Defesa, “pela bem-sucedida libertação” dos funcionários prisionais.

Segundo informações anteriores do SNAI, 133 guardas e três funcionários administrativos ainda estavam em cativeiro após a libertação, no sábado, de 41 pessoas (24 guardas e 17 funcionários), em ações que contaram com a colaboração da Igreja Católica. Outras pessoas já haviam sido libertadas. Na quinta-feira, a autoridade penitenciária relatava 178 reféns.

A onda de violência, perpetrada por cerca de 20 organizações que exercem domínio violento a partir das prisões, é uma retaliação às políticas rigorosas do governo No boa para enfrentar esses grupos, em um país que, até poucos anos atrás, era considerado pacífico.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.