Dólar Hoje Euro Hoje
quinta-feira, 25 julho, 2024
Início » Alemanha volta a liberar venda de mísseis à Arábia Saudita, rompendo promessas e desafiando proibições internacionais

Alemanha volta a liberar venda de mísseis à Arábia Saudita, rompendo promessas e desafiando proibições internacionais

Por Alexandre G.

Na última quarta-feira (10/01), a Alemanha anunciou a aprovação da venda de mísseis à Arábia Saudita, encerrando o bloqueio às exportações diretas de armas para o país que estava em vigor desde 2018. O porta-voz do governo alemão, Steffen Hebestreit, confirmou a informação do semanário alemão Der Spiegel, que reportou a autorização para o envio de 150 mísseis ar-ar Iris-T a Riad.

Durante uma coletiva de imprensa rotineira, Hebestreit reconheceu a precisão dos detalhes da reportagem, explicando que os mísseis Iris-T podem ser disparados de aeronaves contra alvos aéreos, como mísseis e drones. A aprovação para a exportação desses mísseis, fabricados pelo grupo alemão Diehl Defense, foi concedida no final do ano passado, conforme relatado pelo Der Spiegel.

Essa decisão marca uma mudança na posição da Alemanha em relação às exportações de armas para a Arábia Saudita, especialmente em um momento em que o país desempenha um papel significativo na região, afetada por conflitos em Gaza e no Iêmen. Anteriormente, a Alemanha havia proibido a exportação de armas para a Arábia Saudita, após o assassinato do jornalista dissidente Jamal Khashoggi em 2018, no consulado saudita em Istambul.

Apesar do compromisso anterior dos partidos que compõem o governo alemão de não aprovar exportações para países envolvidos na guerra no Iêmen, incluindo a Arábia Saudita, Berlim flexibilizou sua posição. O governo elogiou a “abordagem construtiva” da Arábia Saudita no conflito entre Israel e o grupo radical islâmico Hamas, justificando a mudança na política de exportação de armas.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.