Dólar Hoje Euro Hoje
quinta-feira, 25 julho, 2024
Início » Agricultores europeus tomam as ruas em manifestação contra “pacto verde”

Agricultores europeus tomam as ruas em manifestação contra “pacto verde”

Por Alexandre G.

Desde 22 de janeiro, enormes bloqueios têm paralisado as autoestradas na França, revelando a crescente indignação dos agricultores franceses. Marc Dupouys, secretário-geral da Federação Nacional dos Sindicatos dos Operadores Agrícolas dos Pireneus Atlânticos, destaca a intensidade da raiva entre os agricultores, observando que liderar um sindicato agrícola tornou-se desafiador dada a atmosfera carregada. Centenas de agricultores, representando diversas faixas etárias, se reuniram para bloquear estradas estratégicas com tratores, exibindo cartazes que proclamavam: “Quem semeia miséria, colhe raiva”. O protesto reflete preocupações sobre a sustentabilidade da categoria diante das novas regras ecológicas europeias e a sensação de negligência em relação aos produtos estrangeiros.

O que inicialmente era uma ação local ganhou proporções nacionais, evoluindo para o que os agricultores chamam de “movimento de resistência agrícola”. O governo expressou preocupação após o bloqueio da autoestrada A64 entre Toulouse e Baiona em 19 de janeiro, o que levou os agricultores a intensificarem os bloqueios de estradas. Os sindicatos rapidamente se envolveram na revolta, levando o novo primeiro-ministro francês, Gabriel Attal, a se reunir com representantes sindicais. Após o encontro, líderes sindicais expressaram preocupações com a “dignidade” da profissão e destacaram a crise moral e a incompreensão do mundo agrícola sobre a realidade de suas ações.

Nesta quarta-feira, 24 de janeiro, serão divulgadas quarenta exigências claras que detalharão as principais razões da indignação do setor, abordando questões salariais, regulamentações e impostos sobre combustíveis. Enquanto as ações dos agricultores se intensificam, as demandas se multiplicam. A disputa também está relacionada às políticas agrícolas da União Europeia, incluindo acordos de livre comércio não ratificados, como o com o Mercosul, e o questionamento do Acordo Verde Europeu, um conjunto de medidas para a transição ecológica, incluindo a redução de pesticidas e o impulso à agricultura biológica. Este movimento não é exclusivo da França, com mobilizações de agricultores aumentando também na Alemanha, Romênia e Espanha, todos se opondo ao impacto regulatório do “pacto verde” na agricultura europeia.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.