Dólar Hoje Euro Hoje
sábado, 13 julho, 2024
Início » Anderson revela segredos da época no Manchester United e sua convivência na casa de Cristiano Ronaldo

Anderson revela segredos da época no Manchester United e sua convivência na casa de Cristiano Ronaldo

Por Marina B.

“Nani e eu compartilhamos uma residência por quase um ano na casa de Cristiano Ronaldo. Embora os treinos fossem marcados para 9h30, muitas vezes precisávamos estar lá às 6h30, pois Ronaldo já estava no clube e íamos com ele. Nani e eu ficávamos dormindo nas macas, esperando pelo início do trabalho dele. Se eu tivesse apenas 5% da mentalidade de CR7, estaria entre os 20 melhores meias daquele momento. Nosso lado brasileiro atrapalhou um pouco… a ideia de pensar que já conquistamos tudo e que está tudo resolvido. A resistência a buscar algo a mais.”

Aos 35 anos, o ex-jogador Anderson revela detalhes de sua carreira vitoriosa no futebol. Aposentado desde 2019, o gaúcho reconhece que uma mentalidade diferente poderia tê-lo levado ainda mais longe, embora acredite ter “ganho tudo que tinha para ganhar”. Ele destaca com orgulho os anos no Manchester United, entre 2007 e 2014, e a parceria com CR7.

Anderson recorda com gratidão o período em que morou na casa de Cristiano Ronaldo. Ele destaca que a estadia foi voluntária e que, se dependesse de Ronaldo, teriam permanecido lá por mais tempo. A experiência incluía caronas para o treino, alimentação fornecida e diversas comodidades na casa de Ronaldo.

No Manchester United, Anderson conquistou 12 títulos, incluindo quatro vezes a Premier League, quatro vezes a Supercopa da Inglaterra, duas vezes a Copa da Liga Inglesa, além de uma Champions League e um Mundial de Clubes. Ele atribui o sucesso da equipe ao “mix de campeão” e à liderança de Alex Ferguson.

Atualmente em Porto Alegre, Anderson expressa preocupação com a situação atual do Manchester United. Ele critica as escolhas de contratação do clube, lamenta a falta de medo dos adversários em jogar em Old Trafford e destaca a importância de proteger jogadores como Cristiano Ronaldo em seu retorno ao clube.

O ex-jogador relembra com emoção o momento mais marcante de sua carreira, a vitória na Champions League 2007/08 contra o Chelsea. Ele descreve a experiência de bater o pênalti decisivo e agradece a Sir Alex Ferguson por seu papel fundamental em sua carreira.

Ao falar sobre sua relação com Ferguson, Anderson destaca o carinho e a orientação recebidos. Ele compartilha a tristeza ao saber da saída do treinador em 2013, enfatizando que o clube perdeu parte de sua essência com a partida do lendário treinador escocês.

Você pode se Interessar

Deixe um Comentário

Sobre nós

Somos uma empresa de mídia. Prometemos contar a você o que há de novo nas partes importantes da vida moderna

@2024 – Todos os Direitos Reservados.